NOTÍCIAS E ARTIGOS

Quarentena liga o alerta para a importância do Seguro de Riscos Digitais

20/07/2020

Imagem: Pixabay

O isolamento social aumentou significativamente os acessos remotos e os riscos cibernéticos preocupam muito os empresários. Com tantas comunicações pessoais e de trabalho, além de compras e movimentações financeiras realizadas, em sua maioria, por meio de computadores e smartphones, as portas ficam cada vez mais abertas para os ataques de hackers, o que tem impactado na procura pelo Seguro de Riscos Digitais. 

“Esta proteção já estava sendo visada por muitas empresas por causa da Lei Geral de Proteção de Dados (13709/18, conhecida como LPGD), que entraria em vigor em agosto deste ano. Mas, está sendo discutido no congresso o adiamento da sua vigência para o próximo ano, visto que, em função de medidas contingenciais da Covid-19, as empresas podem não ter condições de se adequar à lei em tempo hábil”, explica Leandro Vasco, diretor do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne). 

Segundo o executivo, nesse contexto, o Seguro de Riscos Digitais vai além da LGPD, cobrindo reclamações associadas ao não cumprimento da lei (como o vazamento de dados de terceiros), mas também danos às empresas causados por ataques cibernéticos. “A proteção é dirigida às organizações (pequenas, médias e grandes) que utilizam a internet para armazenar e compartilhar dados sobre os indivíduos,  realizar vendas, etc”, afirma.

Entre os danos à empresa cobertos pelo Seguro de Riscos Digitais estão custos de remediação (monitoramento de crédito, recuperação de dados, periciais, representação legal, notificações e relações públicas), extorsão cibernética, além de perdas por interrupção de negócios. Também existem seguros que cobrem reclamações contra o segurado associadas a custos de defesa (honorários advocatícios, honorários periciais, custas processuais, depósitos recursais), equipe de resposta à incidentes, indenizações em ações judiciais ou mediante acordo com anuência prévia da seguradora.

“É sempre recomendado que o interessado em contratar um seguro entre em contato com um corretor de seguros para conhecer as opções disponíveis no mercado e as que mais se adaptam ao seu perfil e necessidade”, finaliza Vasco.