Sindsegnne

Atuação das seguradoras no Rio Grande do Sul

As fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul, gerando vítimas e prejuízos materiais em mais de 90% dos municípios do estado, ativaram uma das maiores operações já registradas pela indústria nacional do seguro. Desde o dia 29 de abril, as 140 empresas associadas à Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) vêm atuando de forma consistente para dar suporte aos seus clientes de Seguros Gerais, Saúde Suplementar, Previdência e Capitalização.

As mais de 40 companhias associadas exclusivamente à Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), que concentram a maioria dos segurados impactados com a tragédia que se abateu o estado sulista, destacaram equipes para garantir agilidade no pagamento de indenizações a seus segurados. 

Vale destacar que, historicamente, o Estado do Rio Grande do Sul possui uma cultura de seguro acima da média do Brasil e a Confederação tem certeza que as empresas do setor não estão medindo esforços no apoio necessário para seus clientes nesse momento.

Contudo, mesmo entendendo a demanda da sociedade e da imprensa por informação mais detalhada, a divulgação de valores de indenização neste momento seria prematura, uma vez que, somente agora os cidadãos atingidos estão contatando as seguradoras para relatar os sinistros.

Neste contexto, à medida que as seguradoras repassarem os dados para consolidação pela CNseg, e houver uma estimativa de valores a serem indenizados no Rio Grande do Sul, a Confederação Nacional das Seguradoras fará ampla divulgação para que os dados sejam tratados com a devida transparência. 

Ações já implementadas

Diante do desafio representado pelos graves problemas de infraestrutura vividos pelos cidadãos, que incluem estradas bloqueadas, falta de água e luz e serviços públicos comprometidos, a Confederação Nacional das Seguradoras recomendou as seguradoras a estenderem os prazos de pagamento e de renovação das apólices, em função das chuvas da semana passada. Todas as ações implementadas pelas empresas podem ser acompanhadas no site noticiasdoseguro.org.br.

Fonte: CNseg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *