Sindsegnne

SeguroPod: presidente da FenaPrevi aponta perspectivas do setor para 2024

O segmento de Previdência Privada e Seguro de Vida teve, em 2023, um ano de recuperação, com redução nos resgates e aumento da captação líquida. Em entrevista ao SeguroPod desta semana, o presidente da FenaPrevi, Edson Franco, fala sobre as expectativas para 2024, impulsionada pela recuperação do mercado de trabalho e da renda.

Ele pontua os avanços regulatórios que abrem espaço para novos produtos e novas modalidades de serviço e de atendimento aos clientes que devem impulsionar o setor neste ano. Além disso, fala sobre o desafio de conscientizar o consumidor sobre a importância dos seguros e da proteção à renda.

Balanço do segmento de Previdência Privada e Vida em 2023

Para Edson Franco, foi um ano de recuperação para a Previdência, principalmente no segundo semestre. “A gente é percebeu uma redução no ritmo de resgates, uma recuperação da captação líquida. Acho que isso já é um pouco reflexo da recuperação do emprego, da renda”, analisou.

O presidente da FenaPrevi ainda aponta a manutenção em torno de 11 milhões de participantes, mesmo durante toda todo o desafio econômico decorrente da pandemia, como um fator positivo para o setor

“Eu acho que isso é um fator importante de conscientização das pessoas da importância de manter uma poupança previdenciária”

O desafio da conscientização da proteção com seguros

O executivo pontou que o segmento de Vida e Previdência tem um perfil diferente de outros do mercado de seguros. “São produtos vendidos, não são produtos comprados. Então, a pessoa não contrata ou renova um Seguro de Previdência com a mesma naturalidade que faz com um Seguro de Automóvel”.

Edson Franco lembra que pesquisa da FenaPrevi mostrou 60% das pessoas que contratam Seguro Auto não têm Seguro de Vida, o que evidencia a necessidade de conscientizar a população sobre a contratação de seguros como forma de proteção à renda. “A gente generaliza falando Seguro de Vida, mas na verdade nós temos Seguro de Vida, Seguro de Doenças Graves, Seguro de Diária Hospitalar, Invalidez… São muitas as modalidades de seguro para cada tipo de necessidade das pessoas”.

Perspectivas para o setor em 2024

Apesar das projeções de crescimento de PIB nacional ainda estarem relativamente modestas (projeção CNseg está em torno de 2,5%), a gente já percebe uma recuperação do emprego e uma recuperação da renda. Isso é importante tanto para a Previdência Privada quanto para os Seguros de Vida. 

“O Vida já apresentou nesse ano de 2023 um crescimento acima da inflação, em torno de 7% e a gente espera que isso se mantenha em 2024”.

Avanços regulatórios

Uma das melhorias regulatórias é o novo marco regulatório de PGBL/VGBL, que deve ser publicado em breve pelo Conselho Nacional de Seguros Privados.

De acordo com Edson Franco, a nova estrutura vai trazer avanços, por exemplo, na adesão automática de planos coletivos, além de flexibilizar os formatos de contratação de renda e do modelo de anuidades e de renda. “É um ano de oportunidade de abertura de novos produtos, novos mercados, novas modalidades de serviço e de atendimento aos clientes”.

Conteúdo completo no link: https://youtu.be/-cJfPJimgO8

(Fonte: CNseg)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *